Um dia eles vão perceber o quanto eram idiotas e imaturos, vão perceber que é só uma questão de tempo para garotos e garotas de uma outra geração ocuparem seus lugares. E eles? Ah, serão esquecidos como esquecemos do nosso almoço do início da semana. É assim, serão todos subtituídos, de geração em geração, mas terão sempre as mesmas características desprezíveis.

E então, quando no futuro eles olharem para trás e foram contar aos seus filhos sobre sua “história de vida”, lê-se: adolescência, eles só poderão dizer: “foi tudo resumido em chamar atenção, e passar por cima dos que realmente eram meus amigos para conseguir ser reconhecido e chamado de “popular” por alguns outros babacas como eu.”

Sinto muito por todos eles, que não sabem exatamente como é ter amigos de escola, de infância, e dos melhores anos de suas vidas.

Portanto, boa sorte para todos estes que um dia quando forem questionados com um “quem é você?” não vão poder ser reconhecidos por um sobrenome.

xxx