Não sei por quem realmente me apaixonei, se foi por você ou pelo personagem que você interpreta quase todas as noites. E como fazer para descobrir por qual destes foi? Te conhecendo melhor fora dos palcos? Mas também não sei como fazer isso.

Não vou dizer que te amo porque seria um completo exagero. Paixão, essa sim é a palavra certa. Daquelas passageiras, que só floresce quando eu te vejo, escuto sua voz, ou leio seu nome em algum lugar. Aquele frio na barriga instantâneo que dá e passa.

Estranho é que eu sabia exatamente o que escrever há alguns minutos atrás… Enquanto ainda tava mais perto de você, quando fazia menos tempo que aquele abraço tinha sido dado, e aquelas poucas palavras trocadas. No momento que sentei na frente desse computador, pareceu que a realidade voltou em um segundo apenas e fez com que você parecesse uma memória distante.

Você desperta em mim os mais diversos pensamentos e sensações, que eu acho que poucas garotas da minha idade são capazes de ter.

Sua presença faz tudo parecer como uma história contada, exatamente como você faz no palco. Naquele palco que eu desejava estar a cada cena que você participa, as mesmas que me fazem viajar me imaginando no lugar de quem está ali tão perto de você.

A verdade é que duas horas não bastam. Amanhã vou acordar e essa noite vai parecer ainda mais distante, tudo vai ficar com mais cara de sonho. Quero mais, quando se trata da minha vontade de você, eu quero sempre mais.

xxx