Image

Sabe por que eu to estranha com você? Porque eu to cansada de fingir que está sempre tudo bem quando na verdade não está nada bem. Sabe aquele sorriso que dou quando você fala dela? É falso. Sabe quando eu falo que não ligo pro que você resolve fazer da sua vida? É mentira. Sabe quando eu falo que não vou mais me apegar a ninguém? Queria que fosse verdade. Mas já era, me apeguei a você, e você não faz nem ideia disso.

Não tenho mais dias completos se não nos falamos, nem que seja uma mensagem no celular com um simples “o que você está fazendo?”. E sabe aquela história de não querer mais qualquer um e sim uma pessoa especial? Pois é, sua culpa. A pessoa especial é você, seu idiota, como você ainda não percebeu isso? Na verdade acho que eu prefiro que não perceba. Sou covarde e não quero que você descubra tudo que eu tenho tido tanto trabalho para esconder há tanto tempo.

Não consigo nem mais mentir para mim mesma como eu andava fazendo, pensando que era tudo coisa da minha cabeça, que eu sentia falta de alguém, não de você. Nem isso eu consigo mais dizer para mim mesma. Você conseguiu fez com que a garota que estava ficando cada vez mais fria, se derretesse quando você se aproximou.

Quando você me abraça tudo que eu peço é que o momento nunca acabe. Quando você está com ela, tudo o que eu desejo é que você perceba logo que ela não te merece. Não estou afirmando que eu mereço tanto assim, mas gostaria que você achasse que sim. Que um dia você acorde e realize que tudo que eu faço por você e tudo que eu mais quero é ficar perto de você. Dividir a mesma cama com você, acordar ao seu lado, lutar com você pela casa sem motivo e acabar tudo com um beijo, usar sua camisa o dia inteiro, ser surpreendida por você alguma hora do dia, te encher de beijos quando você estiver assistindo o jogo do flamengo só para te irritar, falarmos mal das pessoas que aparecem na tv, espiar você brincando com meu cachorro, colocar nossa música preferida no último volume, rir dos filmes de terror que a gente alugou…

Acho que virou vício, nada mais tira você da minha cabeça. Nada. Ainda bem.

xxx