“A gente já se conhecia, mas resolveu se conhecer mais a fundo. Logo de começo, tudo já foi desandando e, de repente, já tava cada um pra um lado. E tua vida ia te afastando cada vez mais da minha, mas nunca chegamos a nos perder de vez. Você com a sua nova história e eu por aí, escrevendo a minha. Até que nossos caminhos resolveram se cruzar novamente e, dessa vez, pra valer. A gente foi se reaproximando até ficar assim, eu encostada no teu peito, você deitado no meu colo, tudo em paz. Mas nada tipo esses casais padrão de comédia romântica, a gente quase se mata e depois cuida um do outro, briga e se enche de carinho. Juntos, sempre juntos. Até que você resolveu relembrar tua velha história e eu odeio, porque detesto não ser a única nos teus pensamentos, não suporto essas partes da tua vida onde eu não era protagonista, outra era dona do meu papel. E me chateia você reviver isso no meio do meu tempo, na minha cena. Me desconcentra e eu esqueço minhas falas, perco meu foco, me perco de nós. Não estraga nossa história. Continua aqui, comigo, pra gente brigar e fazer as pazes, pra só restar mais e mais carinho no fim de tudo, como sempre. Não sai do nosso roteiro, não muda de filme. Não faz o fim da nossa trama ser aqueles sem final feliz, com a mocinha abandonada e injustiçada e todas essas coisas ruins. Não estraga, por favor.”

xxx