“Palavras saíram de sua boca sem querer. Não era para estar dizendo aquilo. Não se pode dizer essas coisas nunca, pra ninguém. Pode ser perigoso, entregar seus medos, suas confusões, seus desejos, sua liberdade, suas confissões, assim para alguém. A gente fica vulnerável demais, a gente dá o nosso coração que é devolvido em pedaços. A gente faz drama e chora antes de dormir, se embrulha no barulho da solidão. A gente morre de amores mas sem amores não vive, a gente vira indecisão. Mesmo com todo o perigo possível, a gente prefere se arriscar pelo amor, pelo friozinho na barriga, pelo sorriso de lado após a mensagem de bom dia. E a gente pula num abismo, sem saber se vai ter alguém nos segurando lá em baixo ou não. Mas isso é só um detalhe, afinal, quem nunca se deixou levar por uma sensação?”

xxx