“Você devia ter depositado mais fé na gente. Mais fé em mim, principalmente. Você não tem absolutamente nada demais e eu via em você o melhor do mundo. Te valorizava e te tratava como se a Fernanda Lima tivesse azar, coitada, por estar com o Rodrigo Hilbert e não você. Eu era fiel, de todas as maneiras possíveis, porque o meu corpo nem aceitava outra pessoa. Você devia ter se dado conta do quão raro e mágico é isso, principalmente hoje em dia. Fui sua amiga, sua parceira, sua confidente, seu ouvido e seu colo. Fui tudo que eu podia e não podia, fui do avesso e de todos os ângulos possíveis. E a gente poderia ter sido muito mais. Não sei se alguém vai se entregar pra você do jeito que eu me entreguei. Tão pura , tão descobrindo o amor. Acho muito difícil, sabe? Todo mundo anda todo remendado e desacreditado por aí. Difícil achar um coração zerado… o meu era teu e você não foi capaz de enxergar a imensidão disso. Sou grata a você, porque saí de nós pronta pra qualquer coisa. Qualquer dor. Sou grata também por ter me deixado tão solta, mas tão solta, que eu pude voar pra longe e descobrir que existe um mundo apesar de você e que esse mundo é incrível. Incrível a ponto de nem dar pra te enxergar aqui de cima. Parece uma formiguinha. Tá achando engraçado? Eu acho a coisa mais triste que poderia ter te acontecido. E sei que, se não hoje, um dia você vai achar também.”

xxx